Papa Francisco - Kris Vallotton

Junho 13, 2016

Esta semana tive o privilégio de me reunir com o Papa Francisco. Foi provavelmente um dos momentos mais memoráveis da minha vida. Ele foi divertido, simpático e muito espiritual.

Eu fui convidado, juntamente com outros pastores, para um pequeno fórum de conexão com o Papa Francisco porque ele tem uma paixão profunda pela unidade dos Crentes – e eu quero dizer, PROFUNDA!

Passámos cerca de duas horas perguntando sobre qualquer coisa que estava nos nossos corações. Os seus comentários de abertura me abençoaram muitíssimo. Ele disse, “Nós devemos convidar os profetas para voltar para a igreja e recebê-los de braços abertos.” Eu achei interessante este ser o comentário de abertura dele. Claro que, muitos dos pastores olharam e sorriram para mim.

TEÓLOGOS

O Papa Francisco disse, “A Teologia é um tema muito complicado e nós devemos deixar que os teólogos a resolvam. Enquanto eles fazem isso, nós devemos amar-nos uns aos outros e aprender a valorizar as pessoas que são diferentes de nós.”

Ele deixou claro que a teologia não nos devia dividir. Eu também acho que ele estava tentando deixar claro que ele não era um teólogo, porque ele disse, “eles” devem resolver isso enquanto “nós” amamos as pessoas.

PERGUNTAS

Mike Bickle ganha o prémio de coragem! Tudo estava fluindo, parcialmente devido às perguntas benévolas que os pastores perguntavam. Então o Mike se levantou e perguntou ao Papa se ele acreditava que Jesus era o “único caminho” para o céu. (Há rumores de que o Papa Francisco é um Universalista). Imediatamente a tensão na sala cresceu…o moderador esta notavelmente perturbado. Mas o Santo Pai não piscou um olho. Ele respondeu, “Nós vamos nos surpreender com quem vamos encontrar no céu. MAS o único caminho para o céu é através de Jesus Cristo. Não existe outro caminho para o céu.” Todos nós suspirámos de alívio!

CHEIO DO ESPÍRITO

O Papa Francisco compartilhou também sobre o seu relacionamento com o Espírito Santo e assinalou que tinha experimentado o baptismo no Espírito. (Eu não acho que ele usou exatamente estas palavras, mas claramente essa foi a impressão com que ele me deixou).

Talvez um dos momentos mais históricos que aconteceu foi quando o Papa falou sobre as atrocidades que a Igreja Católica fez às pessoas ao longo dos séculos. Depois, ele nos pediu para perdoar todos os pecados cometidos por eles. Isto nos inspirou a fazer o mesmo. De repente, a sala ficou cheia de um lindo espírito de reconciliação.

Eu admito que era um pouco ignorante porque fiquei surpreendido com o conhecimento dele sobre a Bíblia. Ele compartilhou diversas escrituras, explicando algumas palavras gregas – os seus significados e o impacto que elas devem ter nas nossas vidas.

ORAÇÃO

Quando o nosso tempo chegou ao fim, demos as mãos para orar uns pelos outros. Depois, nos juntámos para orar por ele e ele por nós.

Por fim, o Papa se levantou e saudou cada um de nós, dando um presente (um livro). Ele nos deixou tirar fotos com ele, apesar de ele definitivamente não ser um tipo que tira selfies. Ele é um homem incrivelmente humilde, acessível, e confortável na sua própria pele. Apesar de ele ser obviamente famoso, ele sabe como fazer todos na sala relaxarem.

Eu não acho que alguma vez pedi para tirar uma fotografia com alguém famoso, porque pessoalmente eu não gosto de ser fotografado. Mas eu tinha uma ordem da minha mãe. Ela disse, “Tira fotos do teu encontro com o Papa para que os nossos familiares possam acreditar que você o conheceu.” Assim como Jesus fez vinho quando não queria, eu sei ser obediente à minha mãe espanhola.

IMPRESSÕES

A reunião foi tão surreal – quer dizer, uma pessoa de Weaverville se encontrando com o Papa! Quais são as probabilidades?

Eu já ouvi tanto sobre os Papas em geral, e o Papa Francisco, em particular. Alguns pensam que ele é o Anticristo, enquanto outros o chamam de falso profeta, ou o líder da nova ordem mundial.

Quando eu recebi a salvação, os meus líderes me ensinaram que a Igreja Católica Romana era a “Grande Prostituta” do livro de Apocalipse. Nessa mesma altura, o Espírito Santo decidiu encher os Católicos da mesma forma que os Protestantes, e de repente, nasceu o movimento Católico carismático renovado. Aí, tornou-se um pouco difícil ensinar a porcaria que ensinavam antes de isso acontecer (apesar de alguns ainda o fazerem). Especialmente quando alguém sentado ao teu lado numa reunião começa a cantar no Espírito, e ser Católico! Surpresa!!!

JULGAMENTOS

Eu publiquei o meu encontro com o Papa nas minhas redes sociais e sejamos honestos, muitas pessoas não puderam evitar enviá-lo para o inferno com os seus comentários. Para alguns, a reconciliação dos Crentes na terra é um sinal da nova ordem mundial – a entrada do reinado do Anticristo.

É difícil de imaginar como um mover proativo para amar todo um grupo de pessoas, perdoarmo-nos uns aos outros, e reconciliarmo-nos depois de 500 anos de ódio e perseguição pode levar ao governo de satanás. Mas gente religiosa sempre consegue encontrar um problema em cada oportunidade!

Também me perturba o quão seletivamente as pessoas aplicam as Escrituras. Como é que tu justificas cuspir ódio aos Católicos em nome de “eles não estão trazendo salvação às pessoas,” enquanto ignoras o segundo mandamento de amar o nosso próximo? É engraçado como nós espiritualizamos as nossas disfunções. Eu acho que algumas pessoas precisam de se gravar e depois ouvirem-se a si mesmas. Elas podem se surpreender sobre quem é que está de facto convidando o Anticristo para o planeta!

ZONA DE INUNDAÇÃO

Em Atos 2, Pedro deixou claro que nos últimos dias Deus iria derramar o Seu Espírito sobre TODOS! É possível que neste aniversário de 500 anos da Reforma Protestante, Deus tome as duas e as faça um outra vez?

O que eu quero dizer é, será que Deus pode ter levantado o Papa Francisco com um espírito de reconciliação para desmoronar os muros de desconfiança e falta de perdão que nós temos erguido entre irmãos durante cinco séculos?

Três décadas atrás, Ronald Reagan disse uma frase famosa, “Senhor Gorbachev, destrua estes muros!!” O resto é história – o comunismo tem-se desmoronado como uma casa de cartas, desde então.

O Papa Francisco mais uma vez está a fazer o mesmo clamor de reconciliação, e parece que as muralhas de ódio e desunião estão finalmente a cair. Mas, a reconciliação sempre tem os seus detratores; quer seja Judeus ou Gentios, pretos e brancos, homem ou mulher, haverá sempre uma razão espiritual para que um grupo se sinta justificado para rejeitar ou rebaixar outro grupo.

Quando nós amamos pessoas, nós não estamos dizendo que concordamos com elas, ou até que nós valorizamos o seu sistema de crenças; nós estamos dizendo que amamos e valorizamos elas como pessoas – como qualquer ser humano criado à imagem do nosso lindo Criador.

É PESSOAL

Papa Francisco, obrigado por ter a coragem de desafiar o sistema religioso, e ir além dos limites da tradição, de forma a amar pessoas, algumas das quais se recusam a amá-lo de volta. Deus o abençoe! O senhor se tornou um dos meus heróis.

Se gostarias de subscrever a minha newsletter, inscreve-te aqui: https://krisvallotton.com/

Topics: Eventos ActuaisSem categoria


¡

comments