O que a Bethel acredita sobre Sinais, Prodígios e Milagres - Kris Vallotton

Abril 18, 2016

Existem alguns temas que sempre vêm ao de cima pelas pessoas que são contra a Bethel ou pessoas que não percebem a nossa posição em determinados assuntos. E pensei em clarificar alguns destes assuntos para aquelas pessoas que na verdade se interessam nas nossas perspectivas. Eu não vou escrever uma dissertação teológica exaustiva sobre cada ponto para tentar convencer os nossos difamadores de que estamos certos. Eu vou simplesmente tentar esclarecer, em termos bastante simples, no que é que nós acreditamos e o porquê.

Sinais, Prodígios e Milagres

Sinais, prodígios e milagres parecem ser um ponto de constante confusão para as pessoas que nos opõem. Alguns escrevem sobre mim, o Bill Johnson ou a Bethel Church como se fossemos nós os autores da ideia de que os Cristãos devem ter um estilo de vida sobrenatural. Isto é cómico para mim. As pessoas muitas das vezes escrevem coisas como, “o Bill Johnson disse”, e depois citam uma passagem Bíblica como se fosse uma frase do Bill.

Por exemplo, foi Jesus que disse, “Aquele que acreditar e for baptizado será salvo… estes sinais acompanharão aos que crerem em Meu nome: expulsarão demónios, falarão novas línguas; pegarão em serpentes, e se beberem alguma coisa mortífera, não lhes fará dano algum; e porão as mãos sobre os enfermos, e estes serão curados,” (Marcos 16:16-18). Nós não temos qualquer interesse em pegar em serpentes ou beber veneno… nós não pensamos que essa era a ideia de Cristo. Ele simplesmente estava a articular que os Crentes têm poder sobre o mundo demoníaco e sobre todos os elementos nocivos que existem neste planeta.

Um Reino Superior

Quando cristãos vencem alguma enfermidade, doença ou demónios de forma sobrenatural é um sinal de que um Reino superior foi estabelecido sobre um mundo inferior. Jesus até disse, “Em verdade, em verdade vos digo: Aquele que crê em mim, esse também fará as obras que eu faço, e as fará maiores do que estas; porque eu vou para o Pai,” (João 14:10-12). A exortação, mandamento e comissão para fazer milagres, curar os doentes e expulsar demónios está por todo o Novo Testamento. Um estilo de vida sobrenatural é articulado, demonstrado e reproduzido por Jesus, pelos apóstolos, como também, por outros Crentes desde o livro de Mateus até ao de Apocalipse. Não obstante, milagres, de uma forma ou de outra, têm sido parte de basicamente quase todos os avivamentos da história da igreja.

Recebe O que Jesus Pagou

No entanto, alguns Cristãos escolhem viver com menos do que aquilo que Jesus pagou por eles, mas isso é direito deles. É comum para os Crentes recuarem quando algum jornalista lhes pergunta com um tom sarcástico, “Acreditas que podes fazer milagres ou beber veneno e não ser prejudicado, ou pegar em serpentes venenosas?” Eu pessoalmente odeio cobras, mas a minha resposta é que eu acredito em tudo aquilo que Jesus diz sobre mim! Vamos lá encarar isto, pessoal, o mundo tem outras doutrinas que requerem muito mais fé para acreditar do que nós temos. Eles acreditam numa criação sem Criador, em fetos que não são humanos, e eles estão convencidos que a vida com um propósito originou de um acidente cósmico. É necessário muito mais fé para fazer Deus desaparecer do que viver para Ele.

Se gostarias de te inscrever na minha newsletter, inscreve-te aqui: https://krisvallotton.com/

Concordas? Diz-me nos comentários abaixo.

Topics: InspiraçãoSem categoria


¡

comments